Homem injeta sêmen em si mesmo para tratar a dor lombar

Um estudo de caso no Irish Medical Journal apresentou um homem de 33 anos que recebeu atendimento médico após injetar o próprio sêmen no seu corpo, para tentar tratar de uma dor lombar crônica (1).

De acordo com o estudo de caso, o mesmo já havia aplicado por 18 meses o próprio sêmen (uma vez por mês!), e a última vez aplicou a dose 3 vezes seguidas de forma intravascular e intramuscular. O mesmo apresentava um edema no antebraço, local da aplicação, além de um número aumentado de leucócitos e proteína C reativa, e por isso, foi tratado com antibióticos.

Assim como no artigo original, fiz algumas pesquisas nas bases de dados para procurar estudos que utilizassem sêmen como tratamento auto injetável. Pesquisei dor crônica, e a dor lombar em humanos. Não existem estudos. Todas as menções a sêmen e injeções na pubmed referem-se a estudos em animais, ou estudos em humanos, mas voltados à fertilidade.

Verifiquei a veracidade da história na internet, e além dos sites que republicaram (2, 3, 4) o estudo original, não encontrei outras fontes sobre o caso. No estudo de caso é citado o nome do hospital em que o paciente foi atendido, Tallaght University Hospital, em Dublin, na Irlanda.

A revista científica em que o estudo foi publicado existe, apesar do baixo fator de impacto, mas o estudo em questão não se encontra no pubmed, apenas no site da revista.

Parece que essa história não é uma piada de mau gosto e, apesar de um pouco engraçada, demonstra um dos perigos do método científico ser pouco difundido na nossa sociedade.

É provável que o sujeito tenha lido em algum blog “pseudocientífico” os efeitos “curativos” do uso do sêmen e resolveu testar em si próprio.

Um caso único? Sim. Um pouco exagerado? Talvez. Mas você já parou para pensar em todos os tratamentos que os pacientes realizam em si mesmos, ou que são prescritos por profissionais de saúde, achando que são tratamentos baseados em ciência, mas na realidade não são?

Eu sei que nem todo tratamento que não tem evidência vai gerar um malefício, mas a pergunta que realmente quero fazer é: será que realmente vai ter eficácia?

Será que vale a pena gastar tempo e investimento ($) dos seus pacientes em algo que você, profissional de saúde “acha que funciona”, mas não tem certeza do resultado?

Pense nisso…

Não perca as novidades no blog e sobre os cursos! Clique aqui  para receber as novidades!

Aprenda a ter um raciocínio científico na prescrição de exercícios para seus pacientes com dor lombar. Conheça a proposta de formação da dor lombar baseado em evidências. Clique aqui para conhecer os cursos.

REFERÊNCIAS

1 Dunne L, Murphy E, Rutledge R. “Semenly” Harmless Back Pain: An Unusual Presentation of a Subcutaneous Abscess. Ir Med J 2019 Jan;112(1):857

2 Bacsich P, Sharman A, Wyburn GM. The Effects of the Injection of Human Semen into Female Animals. BJOG 1945; 52: 334-8.

3 A Man Injected Himself With His Own Semen to ‘Cure Back Pain’. Science Alert. 17 de Janeiro.

4 A man’s unusual cure to his chronic back pain: Injecting himself with his own semen every month. The Washington Post. 20 de Janeiro.

5 Man injects himself with his own semen to treat back pain. Irish Examiner. 16 de Janeiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close