4 fatores que atrapalham a aderência do paciente com dor lombar ao exercício

De acordo com um editorial fantástico da Sports Med, de 2017, o valor potencial da atividade física para a saúde da coluna não está sendo realizado. E um dos grandes culpados é o Fisioterapeuta. Os autores elegeram 4 motivos principais para isso:

1. Diluir o exercício entre diversas técnicas

É comum que o exercício seja combinado com adjuntos (por exemplo, terapia manual, palmilhas, eletroterapia) no tratamento da dor lombar. Os adjuntos são muitas vezes justificados como uma janela de oportunidade para mudanças comportamentais, mas eles também podem fechar a janela de oportunidade para que o exercício seja efetivo. Na tentativa de ser “multimodal” e “abrangente”, o Fisioterapeuta poderia ser culpado de entregar um coquetel de abordagens contraditórias que poderiam conduzir um pensamento confuso sobre a dor lombar. O Fisioterapeuta quer que o paciente com dor lombar faça atividade física, mas reserva apenas os últimos minutos da sua sessão para isso. Basicamente, se você quer incentivar seu paciente com dor lombar a realizar mais atividades físicas, deve deixar grande parte da sua sessão reservado a atividade física.

2. A preocupação com a atividade física correta

Embora muitos Fisioterapeutas preguem com confiança os benefícios da atividade física para a saúde geral, essa confiança é diminuída ao aconselhar um paciente com dor lombar. O profissional restringe a atividade de uma forma que o paciente fica com medo de agir por conta própria, ou as orientações são tantas, e tão específicas que ele só consegue fazer na sessão. Por exemplo: “Você precisa se mexer, MAS CUIDADO com degraus e com a corrida.” Ou: “para estabilizar seu CORE, você vai soltar o ar contando até 3, juntamente com a contração do transverso abdominal, do períneo e a consciência na neutralidade da coluna enquanto ergue a perna esquerda”…

3. Tende-se a focar no “bio” quando se prescreve exercícios para dor lombar

Com o advento do modelo biopsicossocial, descobriu-se que a dor lombar não é apenas um problema na coluna. A condição está associada a uma ampla gama de fatores físicos, psicológicos, de estilo de vida e sociais, muitos dos quais são auxiliados pela atividade física. No entanto, muitos testes de exercícios para dor lombar não visam explicitamente esses fatores, e muitos profissionais revertem para uma abordagem biomédica quando prescrevem exercícios. As medidas de resultado e progressão do exercício, sugerem que o exercício para dor lombar ainda é visto através de uma lente biomédica. Os profissionais se concentram em fatores lombares locais, como amplitude de movimento, ativação muscular e força; além disso, medem os resultados da dor, mas não a função, o sono, o humor, o medo… etc.

4. O Fisioterapeuta não é bom em tornar as pessoas fisicamente ativas

Uma dura realidade em que é preciso se pensar. Apesar de iniciativas interessantes como “Exercise is Medicine”, as tentativas em tornar os indivíduos com dor lombar fisicamente ativos não está funcionando. A atividade física é benéfica, mas não está sendo amplamente adotada em cuidados clínicos. É preciso uma melhor compreensão das barreiras e facilitadores para tornar as pessoas fisicamente ativas. Há uma falta de ensaios clínicos que implementem a definição de metas de exercício para essa população.

Mantenha-se atualizado sobre dor lombar, recebendo as novidades por email! Clique aqui para se cadastrar.

REFERÊNCIAS

O’Keeffe M, Maher C, O’Sullivan K. Unlocking the potential of physical activity for back health. Br J Sports Med 2017;0:1–2.

3 comentários em “4 fatores que atrapalham a aderência do paciente com dor lombar ao exercício

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s