Fear Avoidance Model

O Fear Avoidance Model (FAM), ou Modelo de Evitação do Medo, foi criado há quase 20 anos para, explicar o desenvolvimento e a persistência da dor lombar incapacitante em um subgrupo de pacientes (1).

O modelo propõe que a incapacidade relacionada à dor é causada por uma sequência cíclica interativa de processos cognitivos, afetivos e comportamentais relacionados ao medo. O conceito básico subjacente ao modelo é que o medo da dor leva a uma cascata de consequências deletérias (1).

“Confronto” e “evitar” são postulados como as duas categorias de respostas comportamentais ao medo da dor.  O confronto leva à eventual redução do medo ao longo do tempo. A evitação, em contraste, leva à manutenção ou amplificação do medo, o que, por sua vez, resulta em desuso e incapacidade (2, 3) [Veja figura em da capa].

Revisões sistemáticas recentes dos elementos do FAM, incluindo milhares de pacientes em estudos clínicos, concluíram prospectivamente que em pacientes com dor lombar os comportamentos de evitação de medo estavam associados a mais dor e incapacidade funcional, resultados desfavoráveis no geral, e probabilidades reduzidas de retorno ao trabalho. Já o contrário, a diminuição da evitação ao medo, foi associada a melhores resultados clínicos (4, 5).

E você, consegue enxergar esse modelo aplicado em algum dos seus pacientes com dor lombar?

Aprenda a ter um raciocínio científico na prescrição de exercícios para seus pacientes com dor lombar. Conheça a proposta de formação da dor lombar baseado em evidências. Clique aqui para conhecer os cursos.

REFERÊNCIAS

1 Vlaeyen JW, Am Kole-Snijders, Boeren RG, Van Eek H: Fear of movement/(re)injury in chronic low back pain and its relation to behavioral performance. Pain 62:363-372, 1995

2 Crombez G, Eccleston C, Van Damme S, Vlaeyen JW, Karoly P: Fear-avoidance model of chronic pain: The next generation. Clin J Pain 28:475-483, 2012

3 Volders S, Boddez Y, De Peuter S, Meulders A, Vlaeyen JW: Avoidance behavior in chronic pain research: A cold case revisited. Behav Res Ther 64:31-37, 2015

4 Wertli MM, Rasmussen-Barr E, Held U, Weiser S, Bachmann LM, Brunner F: Fear-avoidance beliefs-a moderator of treatment efficacy in patients with low back pain: A systematic review. Spine J 14:2658-2678, 2014

5 Wertli MM, Rasmussen-Barr E, Weiser S, Bachmann LM, Brunner F: The role of fear avoidance beliefs as a prognostic factor for outcome in patients with nonspecific low back pain: A systematic review. Spine J 14:816-836, 2014

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close