Vale a pena ativar o CORE na dor lombar crônica?

Os programas populares de exercícios de estabilidade do CORE geralmente se concentram em reforçar ou ativar os músculos do tronco que acreditam suportar a coluna vertebral (1).

Enquanto isso, a literatura biomecânica atual demonstra que indivíduos com dor lombar já têm níveis aumentados de atividade muscular abdominal e lombar, que persistem apesar da melhora dos sintomas (2, 3).

Com esta atividade muscular aumentada, não surpreende que os pacientes com dor lombar tenham aumentado a rigidez do tronco, o que é ainda maior em pacientes com cinesiofobia e catastrofismo (4, 5, 6).

Embora este aumento de co-contração muscular e rigidez do tronco possa fornecer proteção a curto prazo, no longo prazo parece ser desadequado, pois poderia aumentar a compressão da coluna lombar e limitar o movimento (7, 8, 9, 10).

Apesar da maioria dessas evidências serem de estudos transversais, podemos começar a questionar o valor dos programas de exercícios de estabilidade do CORE que promovem o reforço ou a ativação excessiva do músculo do tronco, especialmente para pacientes com dor lombar crônica que estão exibindo medo e proteção para evitar o movimento da coluna lombar. Uma alternativa mais plausível seria instruir os indivíduos com dor lombar crônica a realizar técnicas de relaxamento muscular do tronco, em vez de ativação dos músculos do CORE (11).

Infelizmente, a literatura acerca desse assunto é escassa. Necessita-se urgentemente de estudos prospectivos longitudinais que investiguem essa associação a longo prazo, e estudos clínicos randomizados que investiguem a hipótese do relaxamento como tratamento.

REFERÊNCIAS

1 Stilwell P, Harman K. Contemporary biopsychosocial exercise prescription for chronic low back pain: questioning core stability programs and considering context. J Can Chiropr Assoc. 2017 Mar;61(1):6-17.

2 Ghamkhar L, Kahlaee AH. Trunk muscles activation pattern during walking in subjects with and without chronic low back pain: a systematic review. PMR. 2015; 7(5): 519-526.

3 Moreside JM, Quirk DA, Hubley-Kozey CL. Temporal patterns of the trunk muscles remain altered in a low back-injured population despite subjective reports of recovery. Arch Phys Med Rehabil. 2014; 95(4): 686-698.

4 Karayannis NV, Smeets RJ, van den Hoorn W, et al. Fear of movement is related to trunk stiffness in low back pain. PLoS ONE. 2013; 8(6): e67779.

5 Massé-Alarie H, Beaulieu LD, Preuss R, et al. Influence of chronic low back pain and fear of movement on the activation of the transversely oriented abdominal muscles during forward bending. J Electromyogr Kinesiol. 2016; 27: 87-94.

6 Pakzad M, Fung J, Preuss R. Pain catastrophizing and trunk muscle activation during walking in patients with chronic low back pain. Gait Posture. 2016; 49: 73-77.

7 Hodges P, van den Hoorn W, Dawson A, et al. Changes in the mechanical properties of the trunk in low back pain may be associated with recurrence. J Biomech. 2009; 42(1): 61-66.

8 Butler HL, Hubley-Kozey CL, Kozey JW. Changes in electromyographic activity of trunk muscles within the sub-acute phase for individuals deemed recovered from a low back injury. J Electromyogr Kinesiol. 2013; 23(2): 369-377.

9 Geisser ME, Haig AJ, Wallbom AS, et al. Pain-related fear, lumbar flexion, and dynamic EMG among persons with chronic musculoskeletal low back pain. Clin J Pain. 2004; 20(2): 61-69.

10 Marras WS, Ferguson SA, Burr D, et al. Spine loading in patients with low back pain during asymmetric lifting exertions. Spine J. 2004; 4(1): 64-75.

11 Wong AY, Parent EC, Prasad N, et al. Does experimental low back pain change posteroanterior lumbar spinal stiffness and trunk muscle activity? A randomized crossover study. Clin Biomech (Bristol, Avon). 2016; 34: 45-52.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close